sábado, 5 de julho de 2008

SIMBOLOS E SEUS SIGNIFICADOS

ANKH (CRUZ EGIPCIA)


Ankh, conhecida também como cruz ansata, era na escrita hieroglífica egípcia o símbolo da vida. Conhecido também como símbolo da vida eterna. Os egípcios a usavam para indicar a vida após a morte. Hoje, é usada como símbolo pelos neopagãos.
A forma do ankh assemelha-se a uma cruz, com a haste superior vertical substituída por uma alça ovalada. Em algumas representações primitivas, possui as suas extremidades superiores e inferiores bipartidas.Há muitas especulações para o surgimento e para o significado do ankh, mas ao que tudo indica, surgiu na Quinta Dinastia. Quanto ao seu significado, há várias teorias. Muitas pessoas vêem o ankh como símbolo da vida e fertilidade, representando o útero.
A alça oval que compõe o ankh sugere um cordão entrelaçado com as duas pontas opostas que significam os princípios feminino e masculino, fundamentais para a criação da vida. Em outras interpretações, representa a união entre as divindades Osíris e Ísis, que proporcionava a cheia periódica do Nilo, fundamental para a sobrevivência da civilização.


O LADO NEGRO DO ANHK
Na cultura pop, ele foi associado pela primeira vez ao vampirismo e à subcultura gótica através do filme The Hunger – Fome de Viver (1983), em que David Bowie e Catherine Deneuve protagonizam vampiros em busca de sangue. Há uma cena em que a dupla, usando ankhs egípcios, está à espreita de suas presas numa casa noturna ao som de Bela Lugosi's Dead, do Bauhaus. Assim, elementos como a figura do vampiro, o ankh e a banda Bauhaus podem actuar num mesmo contexto; neste caso, a subcultura gótica. Possivelmente, através deste filme, o ankh foi inserido na subcultura gótica e pelos adeptos da cultura obscura, de uma forma geral




PENTAGRAMA

Simbolo da deusa PAGÃ venus foi associado a diversas divindades e cultuado por diversas culturas . Hoje em dia o termo "pagão" se tornou quase sinônimo da adoração ao demônio - Um erro grosseiro. Os pagãos eram literalmente pessoas do meio rural.Trata-se de um dos símbolos pagãos mais utilizados na magia cerimonial pois representa os quatro elementos (água, terra, fogo, ar e espirito) . O pentagrama é conhecido também como o símbolo do infinito.Possui simbologia múltipla, sempre fundamentada no número cinco, que expressa a união dos desiguais. Representa uma união fecunda, o casamento, a realização, unindo o masculino,o 3, e o feminino, o 2, simbolizando ainda, dessa forma, o andrógino.


PENTAGRAMA INVERTIDO

O pentagrama (estrela de cinco pontas, dentro de um círculo) é o símbolo da religião Wicca. Assim como a cruz é para o cristianismo e o hexagrama é para os judaísmo, o pentagrama é para os wiccanos.
Atualmente, muitos Wiccanos usam um Pentagrama no pescoço, como símbolo de orgulho da sua religião, representando a sua fé e também mostra-se útil para que os Wiccanos se reconheçam entre si.
Muitas pessoas que se intitulam Satanistas usam o Pentagrama invertido, afirmando significar a vitória do Mal sobre o Bem. Ainda que, originalmente, o Pentagrama com duas pontas para cima já aparecia, no paganismo pré-cristão, como um dos símbolos da Grande Mãe (pela semelhança com um canal vaginal, um útero e duas trompas). Assim sendo, o pentagrama invertido possui significados paralelos.
Devemos ter em mente que apenas após o advento do Cristianismo, a igreja o associou como símbolo do Mal, numa tentativa de conversão dos pagãos ao culto cristão.



HEXAGRAMA (ESTRELA DE DAVI OU SELO DE SALOMÃO)

De acordo com a tradição judaica, este símbolo era desenhado ou encravado sobre os escudos dos guerreiros do exercito do rei Davi. Esta tradição teve origem no fato de o nome hebraico para David (pronunciado David) ser escrito originalmente por três letras do alfabeto hebraico - Dalet, Vav e Dalet. Estes duas letras Dalet tinham uma forma triangular no alfabeto hebraico usado até então, uma variação do alfabeto fenício, conhecido como proto-hebraico. Estas duas letras então eram encravadas nos escudos dos soldados uma sobreposta a outra, formando uma espécie de estrela. Apesar de ser uma explicação plausível, carece de provas históricas ou arqueológicas para prová-la. A identificação efetiva da Estrela de Davi com o Judaísmo começou na Idade Média. Em 1354, rei Karel IV concedeu o privilégio a comunidade judaica de Praga de ter sua própria bandeira. Os judeus confeccionaram, num fundo vermelho, um hexagrama, a Estrela de Davi, em ouro. Documentos referem-se a este símbolo como sendo a “bandeira do rei Davi“. Em Praga, a estrela de seis pontas – sempre chamada de “Maguen David” – passou a ser usada tanto em sinagogas, como no selo oficial da comunidade e em livros impressos. No século XIX, difundiu-se o símbolo da Estrela de Davi também nos carimbos de judeus e sobre cortinas das Arcas Santas das sinagogas.

SUASTICA

A suástica ou cruz gamada como também é conhecida é um dos símbolos místicos mais difundidos e antigos do mundo. É encontrado do extremo Oriente à América Central, passando pela Mongólia, pela Índia e pelo norte da Europa. Foi conhecido dos celtas, dos etruscos, da Grécia antiga. Alguns quiserem remontá-lo aos atlantes, o que é uma maneira de indicar sua remota antiguidade. Qualquer que seja sua complexidade simbólica, a suástica, por seu próprio grafismo, indica manifestamente um movimento de rotação em torno do centro, imóvel, que pode ser o ego ou o pólo. É, portanto, símbolo de ação, de manifestação, de ciclo e de perpétua regeneração.
A difusão, a antiguidade e as diferentes suásticas
A suástica é encontrada, dos índios Hopi, aos Astecas, Celtas, Budistas, Gregos, Hindus, etc. As suásticas Budista e Hopi parecem reflexos no espelho do símbolo nazista. Alguns autores acreditam que a suástica tem um valor especial para ser encontrada em muitas culturas sem contatos umas com as outras. Os símbolos a que chamamos suástica são muitas vezes bastante distintos. Vários desenhos de suásticas usam figuras com três linhas. Outras chamadas suásticas consistem de cruzes com linhas curvas. Os símbolos islâmicos e malteses parecem mais hélices do que suásticas. A chamada suástica celta dificilmente se assemelha a uma, mas seria uma forma secundária, como tais são outras.

Curiosamente foi a suástica usada como símbolo do Budismo e que significa "bons ventos", que foi utilizada por Adolf Hitler, devido à sua aparência como uma engrenagem, supostamente para simbolizar sua intenção de uma Revolução Industrial na Alemanha. embora este facto não tenha sido comprovado.


WICCA

A Wicca Tradicional, Ocultista e Hermética, sistema de desenvolvimento Mágico e Espiritual adotado pela Humaniversidade, trabalha à maneira de Alex e Maxine Sanders, “Os Reis dos Wiccans”, com consideráveis adaptações ritualísticas, visando dar um melhor entendimento para o público brasileiro, a respeito das práticas Wiccanianas Européias. O Sistema está dividido em quatro Graus de Estudos, a saber:

1º Grau – Dedicante/Noviço Neste Grau é explicado de forma profunda, séria e detalhada tudo o que o Dedicante precisa saber sobre Magia, Wicca, Origens da Antiga Religião, Divindades Wiccanianas, Inquisição, Ética Mágica e conduta Moral do Wiccan. Ao final do Grau, através de um Ritual belíssimo e inspirador, o aluno passa a ser um Noviço em meio aos Wiccans.

2º Grau – Neófito Neste Grau o Noviço passa a conhecer os diferentes planos e dimensões espirituais, edificando seu Templo Astral e começando a trabalhar com os Tatwas que conduzem ao domínio sobre os Cinco Elementos. O Noviço aprende a acessar os Arquivos Akáshicos, Fonte Eterna e Inesgotável da Gnose Primordial, adquirindo com isso não apenas conhecimento, mas Sabedoria. Ao final do Grau, através de um Ritual Belíssimo e inspirador, o Noviço passa a ser reconhecido como um Neófito em meio aos Wiccans.

3º Grau – Adepto/Iniciado Neste Grau o Neófito é instruído de forma séria e criteriosa, a respeito de todas as Armas e Instrumentação Mágica utilizadas pelos Wiccans, aprendendo a confeccionar e consagrar seus próprios Objetos de Poder. É ensinado como abrir o Circulo Mágico, onde se dão os Rituais Wiccanianos, bem como atrair a Milenar Egrégora da Wicca para o mesmo. Ao final do Grau, através de um Ritual belíssimo e inspirador, o Neófito é finalmente Iniciado na Wicca, recebendo sobre a sua cabeça a Coroa de Louros, bem como um vasto cabedal de responsabilidades referentes a Antiga Religião, a todos aqueles que nos antecederam, ao presente e ao futuro de nossa Mui Respeitável Tradição.

4º Grau – Sacerdote/Sacerdotisa Wiccan Neste Grau é confiada a guarda dos Elementos Ritualísticos e Mistérios pertencentes aos Oito Sabaths, Festivais Tradicionais da Wicca, ao Iniciado. De posse desses conhecimentos o Adepto passa a viver o seu ano de acordo com o ritmo das Estações, usufruindo plenamente do poder dos Equinócios e Solstícios, alterando a vida de acordo com sua Vontade sob os Auspícios do Único, da Grande Deusa e do Grande Deus. Ao final do Grau, através de um Ritual belíssimo e inspirador, o Adepto passa a ser um(a) Sacerdote/Sacerdotisa Wiccaniano, se tornando parte integral e responsável da Antiga Religião. A Wicca Tradicional, Ocultista e Hermética foi desenvolvida por Alexandre Garzeri, um Ocultista, como também assim o foram Gerald Gardner e Alex Sanders. Atendendo ao chamado dos Mestres Otávio Leal e Diana Prem Zeenat, Garzeri arquitetou um Sistema de desenvolvimento Mágico e Pessoal sério, coerente e seguro que prima pelo bom senso, pelo formalismo ritualístico e pelo rigor no tocante aos estudos e práticas espirituais.

11 comentários:

Anônimo disse...

muito bom esses simbolos ...
interessantes.

Kelly Maia disse...

Achei maravilhoso,nao entendo muito de simbolos mas comecei ter um enorme prazer em pesquisa-los,depois de reparar alguns quadros que ganhei a mais de 15 anos.
Voces estao de parabens,adorei

fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Haroldo disse...

Um bom trabalho amigo, mas, existem tantos símbolos desde a antiguidade aos nossos dias. Eu até entendo que, em se tratando de simbolismo, o que temos em nossos dias são ainda os reflexos do pensamento antigo, para se chegar ao entendimento de seus significados, precisamente teremos que agregar aos mesmos o conhecimento, do pensamento religioso que existia em suas origens, em meu entendimento creio que possam ser até mesmo imantados com grandes poderes por se tratar de uma linguagem própria com significados próprios, criados para um propósito bem definido (sigilum), sendo assim podemos crer que tenham forças intrínsecas para os fins que foram criados.
Obrigado pelo seu trabalho
Haroldo de Souza Filho

Anônimo disse...

Muito bons os símbolos selecionados e suas interpretações.
Antes de ver nesse site vi em outros, mas acho que os donos do site não tinham mente aberta, a maior parte dos símbolos ele disseram que eram satânicos, mas é uma visão muito superficial, já que por volta de 300 d.C. a Igreja Católica fez uma série de insinuações sobre vários símbolos de diferentes religiões pagãs para converter os antigos ao cristianismo.Mas infelizmente hoje em dia as pessoas são tão ingénuas como há 2000 anos atrás...
Se querem um exemplo maior; o Tridente de Poséidon é conhecido como tridente do capeta...
Meu nome é Rodrigo Ortega, tenho 14 anos e moro em São Paulo.

Priscila Lima disse...

Adorei, foi um dos únicos blogs que encontrei o que procurava.Postes outros simbolo e significados para nós.Obrigada e parabéns pela pesquisa!

ruben disse...

Presisava da sua ajuda para descubrir o siginificado de um simbolo. Por mais que proure nao consigo dscubrir. Sera que e podem ajudar?

rubenferreira_fusion@hotmail.com

Giovane disse...

Preciso de ajuda com um símbolo, me ajuda? gisoave@hotmail.com

Anônimo disse...

COMO WICCANA Á MAIS DE 10 ANOS DEVO AGRADECER-LHE O RESPEITO COM QUE TRATOU OS NOSSOS SÍMBOLOS SAGRADOS E PELA BELÍSSIMA EXPLICAÇÃO DE SEUS SIGNIFICADOS,COMPLEMENTANDO APENAS QUE O PENTAGRAMA INVERTIDO TAMBÉM PODE SIGNIFICAR O SÍMBOLO DO DEUS CERNUNNOS EM ALGUMAS TRADIÇÕES!!PARABÉNS PELO BLOG!MARINA ADAMO

Anônimo disse...

obrigado pela ajuda....muito competente nas suas pesquisas...obrigado pelo esclarecimento...

Aurélio's disse...

EM RELAÇÃO A CRUZ SUÁSTICA AQUI APRESENTADA, É BOM MENCIONAR QUE EXISTE A SUÁSTICA E A SAUVASTICA, A SUÁSTICA SUGERE O MOVIMENTO ANTI-HORÁRIO E A SAUVASTICA O MOVIMENTO HORÁRIO, A PRIMEIRA NEGATIVA E A SEGUNDA POSITIVA...A PRIMEIRA SUASTICA USADA PELO NAZISMO DE HITLER SUGERE DOMÍNIO DAS MENTES E RETRO-AÇÃO....